Imprimir

Mais pobres podem perder 30% da renda

Por Ana Conceição, Valor — São Paulo

O impacto negativo da crise econômica gerada pela pandemia da covid-19 sobre os trabalhadores menos qualificados e com menor renda pode ser, no mínimo, o dobro daquele sobre os de maior ganho e qualificação, segundo exercício feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Num cenário em que a restrição à atividade econômica dure dez meses, o mais pobre pode perder quase 30% da renda em 12 meses.

O estudo leva em conta quatro cenários, com três deles considerando que as restrições à atividade econômica durem seis meses e, em um, dez meses.

Também leva em consideração uma medida de intensidade da crise, dada pela probabilidade de saída do mercado de trabalho, a partir da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) de 2016, segundo ano do último período de recessão no país.

Leia a reportagem completa no site do Valor Econômico.

 

 

 

Valor INvest