-->


Sistema Mediador
Solicitação de Registro de Instrumento Coletivo
Legislação
Leis, Atos, Decretos, Portarias, e Resoluções do MTE
Dúvidas Trabalhistas
Férias, Horas Extras, Salário, Outros...
FGTS: Movimentações via SMS
Folder e Formulário
ASSÉDIO SEXUAL
Cartilha
PISO SALARIAL
Piso Mínimo Regional do PR


Veja Mais Fotos


 Jornada de 40 HORAS
Imprimir PDF

Equipe econômica quer reajustar o salário mínimo sem ganho real em 2020

O Ministério da Economia pretende propor ao presidente Jair Bolsonaro que considere apenas a reposição da inflação ao corrigir o valor do salário mínimo para 2020. Integrantes da equipe econômica defendem que seja descartado o atual modelo de correção, em vigor desde 2007, que considera o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes mais a inflação do ano anterior, medida pelo INPC. Isso garante ganho real para os trabalhadores nos momentos de crescimento da economia. A mudança do cálculo deve constar do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), a ser enviado ao Congresso até o próximo dia 15.

A avaliação da equipe econômica é que a regra baseada no PIB ajudou a reduzir desigualdades no país, mas também contribuiu para aumentar as despesas públicas acima da inflação nos últimos anos. As informações são do jornal O Globo desta sexta-feira. Sem levar em conta o desempenho do PIB, o Ministério da Economia prevê economizar R$ 7,6 bilhões com a Previdência. A maior parte dos benefícios pagos está atrelada ao salário mínimo, que hoje está em R$ 998.

A previsão de reajuste do salário mínimo precisa constar da LDO, já que serve de base para o pagamento de benefícios previdenciários, assistenciais e trabalhistas. A decisão final sobre como o salário mínimo será reajustado vai ser tomada pelo presidente Jair Bolsonaro. A forma com que o reajuste será feito nos anos seguintes a 2020 ainda está sendo estudada.

 

 

Congresso em Foco

 


CNPJ: 81.104.341/0001-09 | Código Sindical: 913.000.000.03342-5
Rua Hildebrando de Araújo, 429 – Jd. Botânico | CEP 80.210-260 – Curitiba/PR
Fone/Fax: (41) 3362-7778 | Email: sesocepar@sesocepar.org.br