-->


Sistema Mediador
Solicitação de Registro de Instrumento Coletivo
Legislação
Leis, Atos, Decretos, Portarias, e Resoluções do MTE
Dúvidas Trabalhistas
Férias, Horas Extras, Salário, Outros...
FGTS: Movimentações via SMS
Folder e Formulário
ASSÉDIO SEXUAL
Cartilha
PISO SALARIAL
Piso Mínimo Regional do PR


Veja Mais Fotos


 Jornada de 40 HORAS
Imprimir PDF

Governo avalia reduzir contribuição previdenciária de trabalhadores de baixa renda

Por João Borges

 


A equipe econômica do governo avalia incluir na reforma da Previdência Social uma proposta para reduzir de 8% para 7,5% a alíquota da contribuição previdenciária de trabalhadores de baixa renda.

 

Paralelamente a isso, o governo avalia aumentar a alíquota dos trabalhadores de alta renda, aplicando o seguinte princípio: quem ganha mais paga mais.

 

A tabela atual de contribuição prevê as seguintes alíquotas:

 

  • 8%: para quem ganha até R$ 1.751,81;
  • 9%: para quem ganha entre R$ 1.751,82 e R$2.919,72;
  • 11%: para quem ganha entre R$ 2.919,73 e R$ 5.839,45.

 

A proposta, em fase de finalização pela equipe econômica, procura "desmontar os privilégios e desigualdades" do sistema, conforme tem dito o ministro da Economia, Paulo Guedes.

 

Nas simulações mais recentes, a economia com a reforma poderia ficar entre R$ 700 bilhões e R$ 1,3 trilhão. Por isso o ministro tem falado em uma economia de "pelo menos R$ 1 trilhão" com a reforma.

 

Se houver alívio em uma das pontas da reforma, como idade mínima diferente para homens e mulheres, ou um período de transição mais longo, isso terá que ser compensado em outros pontos da reforma.

 

Em princípio, as simulações serão levadas ao presidente Jair Bolsonaroassim que ele deixar o hospital. Uma vez aprovada, a proposta será divulgada e encaminhada ao Congresso imediatamente.

 — Foto: Editoria de Arte / G1

 

 

 

 

— Foto: Editoria de Arte / G1

 


CNPJ: 81.104.341/0001-09 | Código Sindical: 913.000.000.03342-5
Rua Hildebrando de Araújo, 429 – Jd. Botânico | CEP 80.210-260 – Curitiba/PR
Fone/Fax: (41) 3362-7778 | Email: sesocepar@sesocepar.org.br