-->


Sistema Mediador
Solicitação de Registro de Instrumento Coletivo
Legislação
Leis, Atos, Decretos, Portarias, e Resoluções do MTE
Dúvidas Trabalhistas
Férias, Horas Extras, Salário, Outros...
FGTS: Movimentações via SMS
Folder e Formulário
ASSÉDIO SEXUAL
Cartilha
PISO SALARIAL
Piso Mínimo Regional do PR


Veja Mais Fotos


 Jornada de 40 HORAS
Imprimir PDF

Juízes do trabalho debatem interpretação da reforma trabalhista

Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) realizou nesta segunda (9) e terça (10), em Brasília, a 2ª Jornada de Direito Material e Processual do Trabalho. O evento, que reuniu mais de 600 magistrados, foi dedicado ao debate sobre a interpretação da Lei nº 13.467 (reforma trabalhista), que entra em vigor dia 11 de novembro.

 

                    

 

 

Segundo o presidente da Anamatra, Guilherme Feliciano, a ideia é que os temas debatidos “sirvam como parâmetro” para a interpretação da nova legislação, “que agora será objeto de aplicação por esses profissionais”.

 

Terceirização - Entre os principais temas tratados, está a possibilidade dos juízes adotarem uma interpretação de que a terceirização deva ser restrita à iniciativa privada, não abarcando a Administração Pública direta e indireta.

 

Também nesse campo foi aprovada proposta que afasta contratos precários, devendo sempre prevalecer a vinculação direta do trabalhador à empresa.

 

O entendimento de que indenizações por perdas e danos não podem ser definidas com base no salário do trabalhador e a impossibilidade de redução do intervalo de jornada, por afronta às normas de saúde e segurança do trabalho, também predominou entre os magistrados.

 

A variedade das propostas de enunciados e a riqueza dos debates revelaram que a Lei 13.467/2017 não é um fim em si mesma, devendo ser interpretada à luz da Constituição da República e dos tratados internacionais dos quais o País é signatário”, afirma o diretor de Formação e Cultura da Anamatra, Marco Treviso.

                               

 

 

 

 

Fonte: Agência Sindical, 11 de outubro de 2017

 


CNPJ: 81.104.341/0001-09 | Código Sindical: 913.000.000.03342-5
Rua Hildebrando de Araújo, 429 – Jd. Botânico | CEP 80.210-260 – Curitiba/PR
Fone/Fax: (41) 3362-7778 | Email: sesocepar@sesocepar.org.br