-->


Sistema Mediador
Solicitação de Registro de Instrumento Coletivo
Legislação
Leis, Atos, Decretos, Portarias, e Resoluções do MTE
Dúvidas Trabalhistas
Férias, Horas Extras, Salário, Outros...
FGTS: Movimentações via SMS
Folder e Formulário
ASSÉDIO SEXUAL
Cartilha
PISO SALARIAL
Piso Mínimo Regional do PR


Veja Mais Fotos


 Jornada de 40 HORAS
Imprimir PDF

Como é o acerto de contas de um funcionário demitido?

 

Emprego, Crise e Trabalho Foto: Fotolia ***DIREITOS RESERVADOS. NÃO PUBLICAR SEM AUTORIZAÇÃO DO DETENTOR DOS DIREITOS AUTORAIS E DE IMAGEM***Saiba como é feito o pagamento das chamadas 'verbas rescisórias' após a demissão

                                 

Quando não há justa causa, o profissional recebe um aviso prévio que pode durar entre 30 e 90 dias, de acordo com os anos de casa.


A empresa pode dispensar o funcionário na hora e pagar esse salário como indenização ou pedir que ele trabalhe até o fim

                                

OUTROS EXTRAS

A pessoa também receberá férias vencidas ou de acordo com o período trabalhado (mais um terço desse valor), o saldo do FGTS mais 40% sobre o valor depositado ao longo do tempo de empresa, 13º salário proporcional e seguro-desemprego

                         

JUSTA CAUSA

Nesse caso, o funcionário recebe o salário devido e férias vencidas com o terço adicional, sem valores proporcionais. Não há fundo de garantia ou 13º salário

                                

PRAZO MÁXIMO

Se o aviso prévio for indenizado, a empresa deve pagá-lo em até dez dias. Se o profissional desempenhou funções após a comunicação da demissão, deverá receber no último dia de trabalho

                    

 

 

 

 

Fonte: Folha de São Paulo, 11 de agosto de 2017

 


CNPJ: 81.104.341/0001-09 | Código Sindical: 913.000.000.03342-5
Rua Hildebrando de Araújo, 429 – Jd. Botânico | CEP 80.210-260 – Curitiba/PR
Fone/Fax: (41) 3362-7778 | Email: sesocepar@sesocepar.org.br